Vídeo: Filho agride a própria mãe e acaba preso


Dentro da cadeia ele vai ver o dele... Um homem identificado como Roberto Elísio Coutinho, flagrado em uma série de vídeos agredindo a própria mãe, uma idosa de 84 anos, foi preso por policiais civis da Delegacia do Idoso, na manhã desta sexta-feira (26). Ele, que estava desaparecido desde a repercussão dos vídeos com as agressões nas redes sociais, foi preso em uma residência no município de Raposa, na Região Metropolitana de São Luís. Os vídeos foram gravados pela companheira do agressor que não teve o seu nome revelado. A idosa foi encaminhada nesta sexta ao Instituto Médico Legal (IML), onde realizou exames.
O promotor de Justiça de Defesa do Idoso, José Augusto Cutrim, pediu a prisão preventiva do homem que é bacharel em direito. “Solicitamos a prisão dele pelos crimes de lesão corporal e tortura, que estão previstos no Estatuto do Idoso. Além disso, encaminhamos um grupo de assistência social da promotoria para levantar toda situação da senhora. Saber quais danos foram causados a ela diante de tudo isso, se ela pode ficar com outros parentes ou terá que ser encaminhada a uma casa de abrigo. Tudo isso está sendo levantado”, disse.
Em entrevista à Rádio Mirante AM, por telefone, na manhã desta sexta, Roberto Elísio confessou as agressões, mas alegou que fez isso por conta de uma suposta doença, a qual ele ainda não iniciou tratamento. “Acontece que eu estou sofrendo de um problema, eu tenho uma doença que está na fase do início do tratamento, eu já deveria estar mais adiantado e ter me tratado, entendeu? Então tudo isso eu vou esclarecer no momento que eu to bom, não agora, mas uma coisa eu lhe garanto meu amigo, o que é mais importante para mim na minha vida para mim sempre foram os meus pais. Meu pai eu perdi há 20 anos e minha mãe já está com 84 anos”, revelou.

Travesti morto a tiros


Uma travesti identificada como Lalá, de 22 anos, foi assassinada a tiros em Feira de Santana, a cerca de 110 Km de Salvador. Segundo informações da polícia, o crime ocorreu na Avenida do Canal, no bairro Rua Nova, na noite de quinta-feira (25).
Ainda de acordo com a polícia, a vítima foi atingida por disparos de arma de fogo na cabeça e no tórax. Conforme o site Acorda Cidade, Lalá chegou a ser socorrida para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta das 22h20.
Testemunhas apontaram que o homicídio foi praticado por dois homens, que chegaram ao local e fugiram em uma motocicleta. A motivação e a identificação dos responsáveis pelo crime serão investigadas pela Polícia Civil.
Outro caso
Em abril, a travesti Gaby, de 29 anos, também foi morta na cidade. O assassinato aconteceu na Rua Honorato Bonfim, no bairro Brasília. A vítima foi atingida na cabeça e ombro.

Em Gandu a PM faz o trabalho investigativo da policia civil e prende arrombadores


Dois suspeitos de ter arrombado um estabelecimento comercial no centro de Gandu foram detidos pela Polícia Militar na tarde desta quinta-feira (25/05). De acordo com a polícia, após denúncias a guarnição Alfa chegou aos indivíduos, que confessaram a ação, sendo encaminhadas e apresentadas na delegacia local.
Conforme a PM, da loja arrombada, os suspeitos levaram objetos eletrônicos. Parte dos objetos roubados foi recuperado pela polícia

Está tão fácil assaltar em Valença que até sequestro tem... Vejam a nossa reportagem


Cadê o tal posto que foi inaugurado no entrocamento de Valença, Vereador e policial J. Almeida, tá servindo pra quê? Valença é uma cidade sem prefeito e sem comando na prefeitura, onde todo mundo quer mandar... Ricardo Moura,  fique sabendo que panela que todo mundo mexe fica azeda ou vira merda.

Três indivíduos abordaram na porta de casa e colocaram no carro em que estava, o gerente de uma empresa de móveis e eletrodomésticos do centro de Valença, na noite desta quinta-feira (25/05), no município. De acordo com informações, a vítima foi levada até o estabelecimento comercial, onde pegaram uma quantidade de celulares, eletrodomésticos e dinheiro. Após a ação, a vítima foi levada como refém e libertada na BR 101, nas proximidades da Água Mineral. A Polícia Civil está investigando o caso.

E tome - lhe assalto... Mais um em Valença

As blitz relâmpago para prender bandidos armados tem que voltar e a Policia civil, a guarda municipal e a PM tem que voltarem a agir, não podem ficar estacionados na delegacia esperando ordem do juiz para prender ou levar intimações a pessoas honestas. Vamos arregaçar as mangas... O povo clama por segurança ou vocês tem medo de serem assaltados?

Uma loja de calçados foi assaltada na Rua Juvêncio de Resende, na quinta-feira (25/05) em Valença. De acordo com informações, uma pessoa passando-se por cliente pediu dois pares de sapatos no valor de R$ 89,70 cada e um boné de R$ 48,00. Segundo boletim registrado foi levado ainda um aparelho celular de R$ 490,00 e R$ 240,00 em espécie. O caso está sendo investigado pela polícia.

Ladrões invadem casa em Valença e faz arrastão


Cadê o prefeito que não toma providencias aparelhando e dando treinamento a guarda municipal?  Dois indivíduos invadiram uma residência e ameaçaram com uma faca a proprietária fazendo arrastão. De acordo com informações policiais, na ação criminosa, os indivíduos levaram uma televisão LG, relógio, um celular Samsung, um botijão, liquidificador e R$ 300,00. O caso está sendo investigado pela polícia.

Manifestação contra a prefeitura desastrosa de Ricardo Moura em Valença


Afim de chamar a atenção da gestão municipal e Estadual, moradores do Loteamento Jaqueira fecharam a BA 001, via que liga o município de Valença a Taperoá queimaram pneus no final da manhã desta sexta-feira (26/05). De acordo com informações, as pessoas reivindicaram ao setor responsável melhorias para a localidade distrital que há partes intransitáveis e a rodovia. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) esteve presente auxiliando no trânsito.

Tiroteio muita correria clientes do bar no meio e dono atirando nos assaltantes


Clientes de um bar no bairro do Barbalho ficaram no meio do fogo cruzado na noite desta quarta-feira (24). Durante assalto, praticado por três homens armados, o dono do estabelecimento reagiu e um dos assaltantes efetuou disparos para o interior do bar, onde estavam os clientes assistindo ao jogo do Bahia.
Câmeras do sistema de monitoramento flagrou a ação dos bandidos, que saquearam os clientes. As imagens mostram também momentos de correria, quando houve resistência do dono do bar.
Segundo informações, o assalto foi praticado por três homens e outro suspeito aguardou os criminosos do lado de fora em um carro.
Até o momento, os assaltantes, que fugiram sentido Baixa de Quintas, não foram identificados e nem presos.

Avó queima mão da neta de seis anos


Uma avó, por parte da madrasta da criança, foi autuada em flagrante delito, suspeita de queimar as mãos da própria neta, de apenas seis anos de idade, nesta quinta-feira (25), na cidade de Amélia Rodrigues. De acordo com informações prestadas pelo Delegado Idelfonso, a prisão de Rozilda Lima Ramos de 45 anos, foi efetuada por volta das 16h.

A equipe de policiais, que se encontrava em diligência desde as as 09h da manhã procurando pela suposta agressora, em razão de informações recebidas pelo Conselho Tutelar da cidade, foi informada que tanto a conduzida como a menor, encontravam-se no Conselho Tutelar. De imediato, os civis deslocaram-se para o local onde constataram as lesões nas mãos da criança, sendo dada voz de prisão a mesma.

Ainda segundo o delegado da Polícia Civil Idelfonso Monteiro, responsável pelo caso, ao prestar depoimento na delegacia a acusada confirmou as agressões cometidas contra a criança relatando que usou uma colher para efetuar as queimaduras. Segundo a conduzida, o castigo era aplicado a menor para fins de educação. A suspeita foi enquadrada pelo Delegado e responderá pelos crime de tortura. 

Mataram o filho para não atrapalhar namoro


Uma mulher, de 27 anos, e o namorado, 20, são suspeitos de matar o filho dela, um menino de 9 anos, em São Paulo. A motivação do crime seria porque o garoto atrapalhava o relacionamento. O casal tentou registrar um boletim de ocorrência informando que a criança havia sido sequestrada.

Em seu depoimento, a mulher, identificada apenas como Geane, disse que agiotas teria levado o filho dela por causa de uma dívida. Mas o sequestro, segundo o portal R7, nunca aconteceu.

O suspeito, quando foi prestar depoimento, possuía marcas no pescoço, ferimentos percebidos pelo escrivão. Em seguida, ele confessou o crime e revelou que teve ajuda de Geane. O corpo foi encontrado em um matagal.