Escalada da violencia não poupa ninguém no Sul da Bahia

Itabela: Na manhã desta segunda-feira (21), por volta das 6h40m, um indivíduo identificado por Nuilmar Manjar de Jesus, de 23 anos, foi morto com vários tiros no Bairro Ouro Verde, em Itabela.
O homem morador do bairro Irmã Dulce seguia para o trabalho no projeto habitacional ”Minha casa Minha vida”, quando foi seguido por um elemento ainda desconhecido da polícia e alvejado com vários disparos.
No local onde a vítima foi executada, encontrou-se próximo ao corpo um par de sandálias que a polícia acredita ser do criminoso. A Polícia Militar esteve no local do crime isolando a área até a chegada da Polícia Técnica juntamente com a Polícia Civil para fazer o levantamento cadavérico. O corpo após a perícia do local será encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), em Eunápolis.

Motociclista teve cabeça esmagada por caminhão

Matheus Alves Sá Teles, 22 anos, morreu na tarde desta segunda-feira (21), após ser atropelado por um caminhão não identificado na Avenida Eduardo Fróes da Mota (Anel de Contorno), próximo à entrada da Faculdade de Tecnologia e Ciência (FTC), em Feira de Santana.
 
Segundo testemunhas, após a colisão, o corpo do motociclista foi projetado para a roda do caminhão, que esfacelou seu crânio. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista molhada e a imprudência pode ter provocado o acidente.
 
Cerca de uma hora depois do acidente, o corpo da vítima foi removido ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) para ser necropsiado. Será necessário exame de papiloscopia (impressões digitais) para liberar o corpo.

MAIS UM GABIRU DO SUL DA BAHIA SERÁ REPRESENTADO NO MINISTÉRIO PÚBLICO PELO TCM

QUANDO OS RATINHOS VEREADORES NÃO FISCALIZAM O GABIRU PASSEIA.

O ex-prefeito de Maraú, Antônio Silva Santos, teve suas contas do exercício de 2012 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta terça-feira (22). O conselheiro José Alfredo Dias, relator do processo, determinou que seja promovida representação junto ao Ministério Público contra o gestor, em função das graves irregularidades praticadas. O ex-prefeito encerrou sua administração com três contas reprovadas.

A relatoria imputou multa de R$40 mil pelas irregularidades remanescentes no parecer e determinou a restituição aos cofres públicos pelo ex-prefeito do expressivo montante de R$8.455.207,7, sendo R$6.473.645,26 pela ausência de comprovação da aplicação de repasses do governos federal e estadual; R$1.836.581,03 relativos a não contatação da efetiva ocorrência de pagamento de folhas de servidores; R$91.479,59 por não comprovar despesas realizadas; R$36.350,00 por ausência de comprovação dos gastos a título de diárias no mês de setembro; R$9.778,9 pela não apresentação de nota fiscal ou recibo de suporte para saída de recursos do erário municipal; R$4.680,00 referentes a gastos com publicidade desacompanhados da matéria veiculada; e R$2.692,92 por multas e juros indevidamente suportados pela prefeitura em face de atraso no cumprimento de obrigações.

O gestor deixou de apresentar ao TCM as documentações relativas a dois meses do exercício, o que impossibilitou a análise do cumprimento dos investimentos em educação, saúde e dos recursos do Fundeb. Também não foi possível verificar o cumprimento do art. 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal em face da não prestação de contas dos recursos movimentados nos meses de novembro e dezembro.

Ainda cabe recurso da decisão.

Foto: Maraú Notícias

Ele confessa que roubou só um pouquinho! enquanto os outros Prefeitos...

...Dizem que processa quem os chamar de ladrões.

Hilario Ramírez Villanueva, dono de uma empacotadora de mangas, gosta de passear pelo povoado de San Blas, na costa do Pacífico, com chapéu de vaqueiro e a camisa aberta até o umbigo. Era assim que estava na tarde de 8 de junho quando, na frente de uns 50 moradores, bastante entediados pelo ato eleitoral do ex-prefeito, soltou a frase que entrou na História recente do México. Subiu ao palanque e com o microfone na mão, disparou: Me criticaram porque gosto muito do dinheiro. E quem não gosta? (E também dizem) que roubei da Presidência. Pois, roubei sim, roubei, roubei sim, mas só um pouquinho, porque estava bem pobre. Não foi quase nada. Roubei, mas pouquinho. A frase, gravada em vídeo e publicada no YouTube, percorreu como uma descarga elétrica todo o país desatando primeiro as risadas, depois o escândalo e agora, mais de um mês depois, o desencanto: o candidato independente Ramírez foi proclamado prefeito com 40% dos votos. Como você pode ver, não foi tão mal. É que eles sabem que isso de roubar não é certo, que sou um homem do povo, que me dedico ao bem, que ajudo os pobres, que há poucos como eu , vangloria-se Ramírez. Ao contrário de quando ganhou em 2008, quando chegou à posse no lombo de um puro-sangue avaliado em US$ 250 mil (R$ 550 mil), desta vez o empacotador de mangas comemorou a vitória distribuindo notas de 20 (R$ 3,40), 50 (R$ 8,55) e 100 pesos mexicanos (R$ 17,10) a todos que vieram. Conhecesse ou não a pessoa. Uma imagem que, para muitos mexicanos, representa o triunfo da degradação política. É um personagem terrível que fala de nós e da permissividade que existe em relação a determinadas condutas. Avançamos legalmente, mas falta acabar com a impunidade. Sem castigo, não há prestação de contas. E aqui, por enquanto, quem persegue realmente é a Justiça americana. Parece que temos um subcontrato judicial com eles — afirma o diretor-geral do Instituto Mexicano de Competitividade, Juan Pardinas. A opinião de Pardinas expressa um sentimento muito generalizado que se baseia em uma experiência vivida com especial amargura no âmbito público, onde um em cada sete mexicanos confessa ter sofrido com a corrupção. O resultado é uma forte perda de confiança na autoridade, como demonstra, segundo o Instituto Nacional de Estatística, que a população coloque no alto da corrupção a polícia (90%), os políticos (84,4%) e o Ministério Público (78,4%). As promessas para acabar com esta deterioração foram quase tantas quanto os silêncios que se seguiram. A última e mais sonora chegou em novembro de 2012, com o anúncio da criação de uma Comissão Nacional Anticorrupção, destinada a eliminar os podres do aparato administrativo. Quase dois anos depois, a iniciativa continua congelada no Congresso e sem aparecer na agenda dos partidos, absortos nas reformas dos setores de energia e das telecomunicações. Onde se registrou algum avanço foi no combate corpo a corpo. Com os novos ares que sopram no México, personagens que antigamente eram intocáveis começaram a cair. A primeira a ser fulminada nesta legislatura foi Elba Esther Gordillo, líder do poderoso Sindicato Nacional de Trabalhadores da Educação. A “Professora”, como era conhecida, foi presa em 2013 sob a acusação de malversação de US$ 200 milhões (R$ 444 milhões). A detenção desta compradora compulsiva, capaz de levar de uma só vez dez pares de sapatos Jimmy Choo ou diamantes no valor de US$ 350 mil (R$ 777 mil) na Tiffany, foi entendido como um sinal do presidente Enrique Peña Nieto. Depois dela, veio uma cascata de altos cargos. E foram de todas as cores. Não existe um partido anticorrupção. Todos estão afetados, inclusive o PAN, que tinha fama de incorruptível. Perdeu isso depois da passagem pelo poder,  ressalta Pardinas. No grupo dos caídos, destacam-se, pelo peso que possuem no sistema federal mexicano, os governadores. E entre eles brilha, como uma pérola negra, Tomás Yarrington, que chegou a se postular no PRI como aspirante à Presidência do México. Este antigo governador de Tamaulipas, um estado fronteiriço com o Texas, fugiu depois que a Justiça americana ordenou a captura dele por fraude bancária, lavagem de dinheiro, cobrança de subornos do Cartel do Golfo e até contrabando de cocaína. Do limbo da situação de fugitivo, o elegante Yarrington, que se apresenta como um “apaixonado por seu país”, abriu recentemente uma página no Facebook na qual defende sua inocência e se declara vítima de uma perseguição política. No estado vizinho de Coahuila também há um governador fugitivo. Trata-se de Jorge Torres, novamente do PRI, procurado por lavagem de dinheiro, e cujo rosto, antes poderoso, acaba de ser publicado na página da DEA, a agência antidrogas americana, junto com outro fugitivos mal-encarados. A recompensa, indica-se, é negociável. Outros não tiveram tempo de fugir. No turbulento Michoacán, berço das organizações de autodefesa, Jesús Reyna, do PRI, secretário de Governo e mandatário interino em 2013, durante a etapa mais violenta do enfrentamento aos narcotraficantes, foi preso por suas ligações com o Cartel de Los Caballeros Templarios, o grupo que supostamente combatia. E o chefe de Reyna durante anos, o governador eleito Fausto Vallejo, renunciou há poucas semanas alegando “motivos de saúde”, bem quando foram descobertos os supostos vínculos do filho dele com a organização criminosa.

Serra Grande e outros distritos de Valença terão segurança pública ampliada

Devido aos últimos acontecimentos ocorrido no distrito de serra Grande, referente à violência, a prefeita Jucélia Nascimento, já se mobilizou e já pediu ajuda ao governo do estado, dessa vez quem a atendeu foi o Coronel Castro, juntamente com o Secretário de Transportes Lau, o vereador Lelo e o assessor do deputado Marcelo Nilo. Lelo Lau e Jucélia são pessoas ligadas ao distrito e que tem o objetivo de melhorar o local.
Por e-mail a prefeita nos informou: “Estivemos na Secretaria de Segurança Pública em audiência com o Coronel Castro, para pedir segurança para Valença e Zona rural, com o vereador Lelo, Jadson Queiroz assessor do deputado Marcelo Nilo e o Secretário de Transportes Lau. Como de costume fomos recebidos com muito carinho, onde confirmamos reforço policial e rondas para toda a zona rural de nossa cidade”, informou a prefeita.

Projeto Saúde na Escola em Valença

A rotina escolar de Keila Vieira, 12 anos, aluna da Escola Augusta Messias Guimarães, não será mais a mesma depois dos óculos dados pela equipe do Programa Saúde na Escola (PSE). Nesta terça-feira (22), ela e mais 43 alunos de cinco escolas municipais de Valença foram beneficiados com a aquisição de óculos de grau.

A adesão do município ao PSE permitiu a triagem em que 150 alunos da rede municipal de ensino, com idade entre 07 e 14 anos, realizassem avaliações oftalmológicas. Desses, 44 apresentaram problemas e foram beneficiados gratuitamente com aquisição dos óculos, entregues nesta terça-feira (22), durante solenidade realizada no Posto de Saúde da Feira Livre, que contou com as presenças dos responsáveis pelos alunos, de Ionete Nery, secretária municipal da Saúde e representando a prefeita Jucélia Nascimento; Tânia Argolo, secretária municipal da Educação; Jane Gláucia,  diretora de Projetos Estratégicos (DIPRO), setor vinculado à Secretaria Estadual da Saúde (SESAB),  e Marcos Neto, diretor da 5ª Diretoria Regional de Saúde (5ª  Dires).

O PSE é desenvolvido conjuntamente pelos Ministérios da Saúde e da Educação, em parceria com os municípios, e que articula e integra as ações realizadas pelas Equipes de Atenção Básica e nas escolas. Em Valença, alunos das escolas Augusta Messias Guimarães, Aloísio Evangelista da Fonseca, Oficina Educativa da Criança, Harry Batista e Escola Municipal do Areal participaram  da triagem realizada por especialistas. Foram realizados exames oftalmológicos, em seguida uma ótica visitou as escolas e entrevistou os alunos que puderam escolher, individualmente, os modelos dos óculos.

De acordo com Ionete Nery, as ações do PSE são realizadas anualmente e Valença já planeja a ampliação do Programa para outras escolas. Tânia Argolo destacou que o exame oftalmológico é importante para detectar possíveis problemas na visão nos alunos. “Muitas vezes são os professores que descobrem problemas de visão nos alunos. A dificuldade no aprendizado é um dos sintomas”. Marcos Neto acrescentou que, com a aquisição dos óculos de grau, o rendimento dos alunos melhora sensivelmente. Jane Gláucia elogiou a adesão de Valença ao Programa. “Existe a contrapartida do município e Valença está de parabéns em aderir ao PSE”. Ela acrescentou que o PSE foi desmembrado do Saúde em Movimento, que também foi realizado em Valença com o rastreamento do câncer de mama e realização de cirurgias de catarata.

Participaram ainda da entrega dos óculos, o diretor de Atenção Básica do município, Jorge Araújo, a coordenadora da Atenção Básica, Geisa Coutinho, secretários e colaboradores da Prefeitura de Valença.
Ascom – Governo de Valença

Caravana de Paulo Souto e Geddel nesta sexta-feira no Baixo Sul

A caravana da COLIGAÇÃO UNIDOS PELA BAHIA, com Paulo Souto Governador e Geddel Senador, passará nesta sexta-feira (25/07) pela região do Baixo Sul, saindo de Camamu, passando por Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Taperoá e encerrando em Valença, com a realização de um grande comício na Praça da República, às 19 horas. A comitiva será composta pelos candidatos a vice-governador Joaci Góes e a deputados estaduais e federais.
Segundo Hildécio Meireles, coordenador regional da coligação e candidato a deputado estadual, o grupo chegará em Camamu às 10h30, onde fará um pequeno comício e logo após seguirá percorrendo as principais ruas e avenidas dos municípios da região.

_______________________
Railton Ramos
Assessor de Comunicação